segunda-feira, 3 de março de 2008

Para encerrar o assunto Juno


Eu não odiei Juno. Vi o filme logo que ele saiu nos EUA e revi agora, no fim de semana. A primeira parte é incrível – uma comédia inspirada, com um humor nerd mais acessível que a de seu primo distante, Napoleon Dynamite. A segunda parte é um drama adolescente razoável.

Só não dá para entender como a imprensa pode considerar Juno "um reflexo" das adolescentes atuais. Para começar, nenhuma adolescente fala daquele jeito aos 16 anos. E já reparou que todo mundo diz "eu era daquele jeito quando tinha 16 anos?". Pois é: você não era, só acha que era.

As pessoas têm essa tendência de projetar o que gostariam de ser em um passado que não existiu. A personagem Juno parece mais ser uma união de várias fases da vida da roteirista Diablo Cody (ela nega). Duvida? Alguns detalhes a se considerar:

- Juno é fã de Patti Smith, Stooges e Runaways... Mas não conhece Sonic Youth?

- Em momento algum Juno toca em um computador. Mas dá para ver uns vinis no quarto dela. Esse é o reflexo da "juventude dos anos 00"? Sei...

- Reparou que Juno diz: "Comprei outro álbum do Sonic Youth e é só barulho"? "Comprei"? Uma menina de 16 anos compra discos? Ou simplesmente os baixa da internet?

Juno é adolescente cool que todo mundo gostaria de ter sido: esperta, malandra, irônica. Tipo um geniozinho. Dezesseis anos, né? Cite, por favor, um adolescente que fale daquele jeito na vida real. Porque quando eu penso em uma adolescente excepcional que exista de verdade, quem me vem à cabeça é a Mallu Magalhães. Você viu a Mallu no Altas Horas? A idade dela é quase a mesma da Juno e não lembra nem de longe a personagem.

Então vamos combinar que Juno até pode ser um filme legal, mas não venha dizer que é realista ou que representa uma geração. Só se for uma geração fictícia que - por algum motivo - todo mundo quer nos convencer que existe.

10 comentários:

Flávia Durante disse...

mandou bem, jornalista paulo terron!

priscila disse...

clap clap clap! e completo que só a rory gilmore é tão malandruxa e teria capacidade de ser amiga de juno. pq ela tb é "esperta, malandra, irônica" desde os 15, né?! (e eu adoro gilmore girls. graças à vc diga-se de passagem). beijo-beijo

Hector disse...

eu só dei risada na hora da mina sem graça q faz cara feia no corredor da escola.

e um episódio de 2h do GILMORE GIRLS ganhar oscar de roteiro foi dose.

vai ver oscar hj eh soh confirmação de mediocridade mesmo [fora a politicagem marketeira de sempre].

uma mina de 16 anos, por mais indienerd que seja não fala que nem o Tarantino. até no saturday night live zoaram que as gírias dela são forçadas.

ok, tem grupos de amigo restritos q criam gírias próprias, mas ali a coisa soou toda falsa e 'posada' demais.

me irritou demais esse filme, hueuheuheuhe.

hector

Julio disse...

Terron, você gostou mesmo de Juno, depois de todas essas considerações, hehe?

cecilia lara disse...

quando li uma reportagem do thiago ney onde ele enfatizava que a ellen page tinha dito que "todas as adolescentes que ela tinha conhecido na vida sao iguais a juno", e depois ele (thiago) listou umas meninas que ele disse "serem espertas como a juno"- kate nash, adelle, malku magalhaes, lily allen - eu me senti uma idiota. pq lembrei que com 16 anos eu nao era nem de longe como a juno, e achei que tivesse alguma coisa errada comigo.

mas pensando bem nao conheco MESMo nenhuma menina que seja tao madura e esperta quanto ela aos 16. ainda bem.

Gustavo disse...

ateh q enfim alguem falou algo de util sobre esse filme, agora vou mandar esse post pras pessoas q insistem em afirmar o mencionado acima...
desculpe o eventual flood nos comentarios...

abs

Luiz Augusto disse...

Claro que existem adolescentes como a juno, além da rory gilmore, ainda dá pra citar todos os personagens de dawson´s creek...

Renan Abreu disse...

ainda acho que Juno fracassou como filme, se fosse uma mini-série com 5 capítulos compensaria a atuação da ellen page (que deus do céu, onde é que acham tão interessante?). quanto ao realismo, concordo plenamente não existe meninas de 16, quicá 20 anos com esse jeitindie de ser.

Katacultura disse...

Paulo,
Juno é um bom filme e só. Não é espelho das adolescentes de hoje como você bem colocou.
Talvez muitos queiram dar um "status" ao filme para que se tornem mais indies ou por querer mostrar um ar intelectual ao irmão mais velho.
Abraço

Núñez disse...

bem, eu conheci runaways e stooges, antes de realmente ouvir sonic youth.