segunda-feira, 10 de março de 2008

Muita, muita coisa (atualizado)

Está no ar o terceiro podcast Qualquer Coisa, apresentando por José Flávio Junior, Ronaldo Evangelista e eu. Desta vez falamos de Mallu Magalhães, Bonde do Rolê... Epa, é reprise?!? Não! Juro que não. Enfim, falamos também sobre a passagem de Bob Dylan pelo Brasil - com depoimento exclusivo do jornalista Thiago "Quem Precisa de Bob Dylan?" Ney, da Folha de S. Paulo (com frases fortes!).

O Qualquer Coisa #3 tem o primeiro convidado da história do nosso podcast: o grande Max de Castro. Ele nos ajuda a entender a cabeça de um artista que faz referências mil em suas músicas. No bloco de abertura Ronaldo explora o mundo de Mister Sam, redescoberto recentemente pelo vocalista do Montage (longa história, escute no podcast).


Subscribe Free  Add to my Page

A seleção musical também está impecável:

"Chic Chic Aia", Lady Lu. Uma espécie de pré-Cansei de Ser Sexy, com um lado Bonde do Rolê, Tiazinha e Kelly Key.

"Chama a Turma e Vem", Che. Seguidor da escola Mister Sam.

"Pepeu Baixou em Mim", Carne de Segunda. O embrião do Do Amor, que anda abalando as noites paulistanas.

"No Action" (ao vivo), Elvis Costello. Velhinho batuta e menos mala que o Bob Dylan.

"Electrickery", Klaxons. Filhos do disco Orchestra Klaxon, de Max de Castro, em música produzida por Erol Alkan.

No fundo dos bate-papos rolam versões intrumentais de várias faixas de hip-hop, tiradas de um CD pirata comprado pelo Pedro Só nas ruas de Nova York. São elas: "Let Me Blow Ya Mind", Eve; "Ride or Die, Bitch", The Lox; "Try Again", Aaliyah; e "Lick Shots", Missy Elliott.

Sempre lembrando: para ouvir os podcasts anteriores acesse a página do Qualquer Coisa no Gcast.

Nenhum comentário: