segunda-feira, 31 de março de 2008

Na selva, no mar com Qualquer Coisa #6

O podcast Qualquer Coisa desta semana já começa incrível, com uma vinheta do Mister Sam. Esta semana recebemos a Patricia Colli, estilista, diretora de TV, amiga da Daniela Cicarelli e do Silvio Santos e a única fã de Magnetic Fields que eu já conheci. Aliás, muito prazer, Magnetic Fields. Na pauta: George Clinton, bastidores da MTV (treta...), a opção política do Show do Milhão, a real sobre a Ellus 2nd Floor e a falta de informação de Ronaldo Evangelista.

Também discutimos a eleição das 100 melhores séries de TV da história, publicada pela revista Monet de abril, que deu ao Seinfeld a coroa de imperador da telinha (seguido por Lost). (nota: a estréia de Pushing Daisies, citada no podcast, é dia 10 de abril, às 21 horas - não hoje)

José Flávio Junior fala sobre a apresentação de Ennio Morricone (aquele das entradas caríssimas - aliás, ninguém barra o nosso podcast!) em São Paulo e xinga bastante o Ronaldo (não à toa, claro).


Subscribe Free  Add to my Page

Clique aqui para ouvir os episódios anteriores. Para baixar o MP3, clique aqui.

Setlist deste podcast:

"You're the Storm", The Cardigans;

"Billy Jack", Curtis Mayfield;

"I Was Dancing in the Lesbian Bar", Jonathan Richman;

"Comunicação", Jonas Sá;

"Sugar Me", Claudine Longet.

(No BG: "Flying", com os Beatles, e a mesma música na versão de Rogério Duprat)

Como prometido no terceiro bloco do Qualquer Coisa, abaixo você pode ouvir a música "Claudine", que os Rolling Stones gravaram em "homenagem" a Claudine Longet em 1979 (mas nunca lançaram com medo de processos - uma atitude que o nosso podcast deveria considerar).



Os autógrafos da Claudine que eu cito estão aqui e aqui. Depois de ouvir "Sugar Me", minha amiga Carina Martins fez uma observação interessante: o Mika roubou a introdução dessa faixa na maior cara de pau e colocou em "Stuck in the Middle". Olha só:

Um comentário:

Flávia Delarge disse...

Cara, simplesmente não preciso dizer que isso aqui é o máximo. No duro mesmo!

Grande frequentadora, nunca tive iniciativa em comentar.

Abraço