quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

A volta e ida do Monty Python (mais uma raridade)



No ano passado o Monty Python se reuniu para o documentário Almost The Truth (The Lawyers Cut) (pense no The Beatles Anthology). Foram seis programas de uma hora, depois condensados em um especial de 50 minutos da BBC (The BBC Lawyers Cut), uma versão de 105 minutos para o cinema (Theater Release, lançada em DVD no Brasil) e um blu-ray/DVD caprichado, com as seis horas de documentário e mais de duas horas de extras.

A história dos comediantes já havia sido contada em Parrot Sketch Not Included – 20 Years of Monty Python (1989) e Python Night – 30 Years of Monty Python (1999), mas nas novas entrevistas John Cleese, Terry Jones, Michael Palin, Eric Idle e Terry Gilliam parecem estar muito mais à vontade - inclusive para falar mal uns dos outros (a principal vítima é Graham Chapman, morto em 1989, que aparece em depoimentos antigos e não menos agressivos).

O material é tão bom que as seis horas não são o suficiente, chegando a parecer pouquíssimo para pessoas com tantas (boas) histórias para contar. E às vezes o tempo simplesmente dá pulos não explicados (nunca é explicado, por exemplo, como Cleese voltou a trabalhar com os companheiros em Em Busca do Cálice Sagrado depois de ter pulado fora do programa de TV Monty Python's Fying Circus).

Outros famosos são entrevistados sobre o impacto da comédia do Python: Bruce Dickinson (Iron Maiden), Nick Mason (Pink Floyd), Stephen Merchant (The Office) e a viúva de George Harrison, Olivia (o beatle investiu dinheiro em A Vida de Brian, no qual faz uma ponta).

E o que vem para o Monty Python no futuro? Por enquanto, nada. John Cleese tem alguns planos para o cinema, incluindo The Croods (ele escreveu o roteiro). Eric Idle (ou melhor: a voz dele) estará em Shrek Forever After. Michael Palin teria aceitado o convite de Terry Gilliam para interpretar Dom Quixote no já lendário The Man Who Killed Don Quixote (agora com estreia prevista para 2011). Terry Jones narrou a série The Legend of Dick and Dom, no ano passado. E parece que Jones e Palin têm um projeto de animação juntos. Graham Chapman continua morto.

Então, como o grupo vai continuar só na saudade, libero aqui uma pequena raridade: Tiny Black Round Thing, um flexidisc promocional do disco Monty Python Live at Drury Lane (1974), lançado como brinde no New Musical Express.



Nenhum comentário: