quinta-feira, 29 de outubro de 2009

"Michael Jackson gostava de me encorajar", diz guitarrista de This Is It



Na semana passada eu conversei com Orianthi Panagaris, guitarrista que tocou com Michael Jackson nos ensaios para a turnê This Is It (agora exibidos no cinema, em forma de documentário). A matéria que a entrevista rendeu está aqui, mas ela também disse outras coisas:

  • A escolha para tocar com Michael Jackson: "Recebi um convite para participar dos testes pelo MySpace. Diziam que eu precisava saber 'Dirty Diana' e 'Wanna Be Startin' Somethin''. Já tinham mostrado alguns vídeos meu no YouTube para ele. Eu estava super nervosa, não achava que conseguiria o emprego. Mas fui lá e toquei todos os meus solos. Ele se sentou no sofá e agarrou o meu braço, perguntando se eu conseguiria andar rápido, atrás dele, tocando aquele solo. Foi um momento incrível."

  • Estar no palco com o Rei do Pop: "Quando toquei 'Beat It' com ele foi inacreditável. Eu pensava: 'será que isso está mesmo acontecendo?'"

  • Presença do cantor nos ensaios: "Ele estava fazendo várias coisas ao mesmo tempo. Estava construindo o show. No começo ele aparecia e desaparecia o tempo todo, mas na reta final ele ensaiou bastante conosco."

  • A morte de Jackson: "Eu estava me aprontando para ir ensaiar. Estava no Skype com os meus pais e no Twitter. Vi um post dizendo que ele havia sido levado ao hospital, mas não achei que fosse verdade porque tínhamos ensaiado na noite anterior – e ele estava empolgado, cheio de energia. Não parecia haver nada de errado com ele. Quando soube que ele tinha morrido, fiquei arrasada. Chorei muito, fiquei chocada. Fomos todos ao Staples Center para ficar juntos. Já éramos fãs dele, mas depois de trabalharmos juntos e vermos o quão doce ele era, esse sentimento só se reforçou."

  • Show-tributo usando o mesmo palco de This Is It: "Ouvi umas conversas sobre isso, mas era só um papo meio solto. Acho que com o filme todos os fãs já vão conseguir ver como seria o show. Por outro lado, se os fãs quiserem muito ver... Eu amo tocar com aquela banda."

  • Momentos preferidos no show: "Adoro a primeira música, 'Wanna Be Startin' Somethin''. É uma faixa de celebração, festeira. E, claro, eu adorava tocar 'Beat It', correr atrás do MJ. É uma música do caralho. E 'Black or White', claro. Ele me deu um solo a mais nessa música, pediu para que eu tocasse a nota mais alta que conseguisse. Ele disse: 'é o seu momento de brilhar'. Ele gostava de me encorajar."

  • Encontro casual: "Teve uma vez em que eu estava em um corredor, sozinha, e ele veio andando na minha direção, com o guarda-costas dele. Fiquei muito nervosa, não sabia se o cumprimentava ou se me escondia atrás de alguma coisa. Decidi agir normalmente. Ele agarrou minha mão e disse: 'Deus te abençoe, nos vemos muito em breve'. Ele foi tão gentil que fiquei sorrindo pelo resto do dia."
  • Nenhum comentário: