segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Escute a parceria de Marisa Monte e Rodrigo Amarante



Enquanto o disco solo do Rodrigo Amarante, do Los Hermanos, não aparece de vez (dizem que ele está/estava gravando no El Rocha, em São Paulo), aqui está a parceria dele com a Marisa Monte. Está no disco dela, O Que Você Quer Saber de Verdade.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Ouça "Cleaning My Gun", uma música inédita de Chris Cornell



Chris Cornell nunca foi exatamente um cara positivo. E a música que ele liberou agora, "Cleaning My Gun", mostra bem isso: é sobre um cara que perde um amor e pensa em se matar. Pesado.



A faixa estará no ao vivo (e acústico) Songbook, que Cornell lança em novembro, logo antes de passar pelo Brasil, dentro do festival SWU.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Veja os grandes momentos do Bridge School Benefit 2011 (com Neil Young, Foo Fighters, Arcade Fire, Beck e Eddie Vedder)

O Bridge School Benefit, um evento beneficente acústico organizado anualmente pelo Neil Young, é sempre incrível. Neste ano ele juntou Foo Fighters, Beck, Arcade Fire, Eddie Vedder e outros em uma bela festa. Como os shows de um dos dias foram transmitidos ao vivo pela internet, muita coisa está disponível:

  • Arcade Fire & Neil Young, "Helpless"


  • Os dois sets completos do Neil Young



  • A apresentação inmteira do Eddie Vedder, que teve participações de Beck e Régine Chassagne (Arcade Fire)


  • Beck fazendo "Pocahontas" com Neil Young


  • "Everlong" desplugada com o Foo Fighters
  • sexta-feira, 21 de outubro de 2011

    Ouça uma "nova" música dos Rolling Stones, "No Spare Parts"



    Os Rolling Stones descobriram a mina de ouro: pegam sobras de músicas antigadas e inacabadas, dão um retoque e lançam em edições especiais de álbuns clássicos. Fizeram isso com o Exile on Main St. e agora é a vez do Some Girls.

    A faixa acima é um exemplo disso. "No Spare Parts" tem, como observou a Rolling Stone, um vocal claramente gravado recentemente por Mick Jagger.

    Some Girls, em edição de luxo, chega às lojas no fim de novembro.

    quinta-feira, 20 de outubro de 2011

    quarta-feira, 19 de outubro de 2011

    Em 1995, o Pearl Jam estava querendo sacanear



    Recebi hoje esse vinil de 10 polegadas aqui acima. É o já tradicional single de Natal do Pearl Jam (este é o de 2010, só veio agora - eles também têm essa tradição de atrasar loucamente). Nele estão duas faixas, "No Jeremy" e "Falling Down", gravadas no Red Rocks Amphitheatre (onde o U2 gravou o Under a Blood Red Sky), no Colorado, em 1995.

    O vídeo abaixo é da mesma performance. Assistindo, você vai notas duas coisas: o arranjo diferente para "Jeremy" (mais lento, quase arrastado) e a ausência do refrão. Sim, a banda estava mudando uma de suas mais famosas músicas e cortando o refrão.

    O público até tenta cantar junto, mas toma um baile do "estilo Bob Dylan de decepcionar" adotado por Eddie Vedder nessa canção.

    Claro, virou um momento marcante da carreira da banda. Mas imagina um fã casual que tenha passado por lá só pra ouvir os hits... Esse nunca mais foi a um show do grupo.

    terça-feira, 18 de outubro de 2011

    Pearl Jam: a banda zumbi



    Depois de 20 anos, é natural que uma banda comece a se sentir meio... Zumbi. Pelo menos o Pearl Jam teve o bom-humor de expressar isso com uma camiseta de Halloween, em edição limitada, a 2011 Limited Edition Zombie 666. Dá para comprar aqui (mas só até o dia 31 deste mês).

    Stone Roses: a volta mais inesperada do rock aconteceu



    Ninguém esperava que o Stone Roses voltasse agora, mas a história da reunião começou a circular pela internet nos últimos dias. E aqui está: a banda reunida, já trabalhando em novas músicas para uma turnê que começará em Manchester, no fim de junho do ano que vem. A NME, espertona, já estava por dentro e já mandou a capa da nova edição:

    Estilos musicais distintos se cruzam em Re: Generation



    O feito mais noticiado do documentário Re:Generation foi o de juntar o Doors e o Skrillex para uma faixa nova - mas o conceito do filme é bem mais interessante. Ele pega cinco DJs/produtores e os coloca para trabalhar com músicos de gêneros distintos: música erudita, country, R&B, jazz de Nova Orleans.

    No elenco ainda estão Martha Reeves (com o Crystal Method), Leann Rimes e Ralph Stanley (com Pretty Lights), a tradicional Berklee School of Music Orchestra (com o DJ Premier, mais o rapper Nas) e Erykah Badu, Dap Kings e Trombone Shorty (com Mark Ronson).

    O trailer acima dá uma ideia de como nem sempre esses encontros foram fáceis para os músicos envolvidos - em especial na gravação country feita em Nashville.

    Voltando ao Doors, o filme também marca o retorno do baterista John Densmore, que havia abandonado o guitarrista Robby Krieger e o tecladista Ray Manzarek (além de ter forçado a dupla a abandonar a marca The Doors e usar o nome The Doors of the 21st Century.

  • Mais sobre isso tudo: aqui
  • segunda-feira, 17 de outubro de 2011

    Bono & The Edge fazem show acústico para Bill Clinton (veja!)



    Hollywood Bowl, show para a Clinton Foundation, do ex-presidente norte-americano Bill: Bono e The Edge fazem um set básico, voz e violão (e uma gaita eventual), com "Desire", "Sunday Bloody Sunday" e - olha só! - "Staring at the Sun". Bono também cantou "Bulletproof Pride" com o K'naan, mas ela não está no vídeo acima.

    quinta-feira, 13 de outubro de 2011

    É tempo de "Love is Blindness"

    Como o Achtung Baby, clássico absoluto do U2, completa 20 anos no mês que vem, está chovendo material sobre essa época da banda - 1991. Dois momentos insuperáveis são com a mesma música, "Love is Blindness".

    No disco-tributo da revista Q, a faixa ganhou uma versão sobria e intensa de Jack White.



    A outra vem de um trecho de From the Sky Down, o documentário de Davis Guggenheim sobre o Achtung. É o Edge interpretando a canção sozinho, com um violão.

    segunda-feira, 10 de outubro de 2011

    Ouça a íntegra de "Rosa", a versão da Banda Uó para "Last Nite"



    Essa aí acima é "Rosa", a versão da Banda Uó para "Last Nite", do Strokes. É parte do tributo Is This Indie, que também tem Sabonetes, Volver, Volantes e vários outros brasileiros reinterpretando o primeiro álbum da banda de Julian Casablancas. É um projeto do Rock'N'Beats. Mais informações - e o clipe de "Rosa" - aqui.

    Chico Buarque na Rolling Stone Brasil: em vídeo, foto e texto!



    Saiu a imagem de capa da Rolling Stone Brasil de outubro (nas bancas depois do feriado desta semana), com o Chico Buarque na capa.

    Eu fiz a entrevista e dá para ler um pedaço bem pequeno dela no site da revista (a versão final é bem grande, 10 páginas!).

    Abaixo, um vídeo de making of das fotos, feitas no apartamento do Chico, no Rio.

    sexta-feira, 7 de outubro de 2011

    Edgar Allan Poe caçador de serial killer? Putz...



    Eu estava empolgado com esse The Raven, que tem o John Cusack como Edgar Allan Poe, mas descobri que é uma coisa meio "escritor kicking ass". Aí acho difícil de engolir. Estreia em março de 2012.

    quinta-feira, 6 de outubro de 2011

    Não Há Nada Lá (mas há)



    O Joca Reiners Terron - que, aliás, é meu irmão desde quando nasci - relançou o primeiro romance dele, Não Há Nada Lá, recentemente. Originalmente ele tinha saído pela extinta Ciência do Acidente, mas agora foi às lojas pela Cia das Letras.

    Imagine só o que é ser um cara de 20 e poucos anos, eu, ainda na faculdade, interessado por cultura pop, e ver que o seu irmão mais velho tem uma editora e ainda escreve livros. Olhando para trás, acho que dá para explicar o que eu achava assim: "Uau".

    E não era só a situação que me impressionava. Lembro-me de ter lido o Não Há Nada Lá de uma vez só, do começo ao fim, em uma sentada. E, quando acabei, comecei de novo. Talvez seja um dos livros que mais tiveram impacto na minha formação, junto com o Guerra Dentro da Gente (do Leminski), o The Medium is the Massage (do McLuhan) e os quadrinhos do Calvin & Haroldo - não coincidentemente, todos presentes do meu irmão.

    Depois disso, muitas portas se abriram. Toda vez que leio o nome Não Há Nada Lá... É inevitável, sempre penso "claro que há". Mesmo dez anos depois.

    Quando receber a minha cópia da nova edição (pois é, não recebi ainda), tenho certeza de que vou ler novamente e ser transportado àquela época. Só não digo que vou ter a sensação de "uau" novamente porque ela nunca passou.

  • O próprio Joca escreveu sobre a reedição no blog dele, dentro do site da Cia das Letras. Leia aqui. Também dá para ler um trecho do Não Há Nada Lá em PDF, aqui.
  • quarta-feira, 5 de outubro de 2011

    Veja o clipe que o Vaccines fez com a ajuda dos fãs



    Lembra que o Vaccines pediu para os fãs mandarem fotos via Instagram para eles montarem o clipe de "Wetsuit"? O resultado é este aqui acima. Achei qualquer nota.

    Ouça a nova música de Bob Dylan, que tem letra inédita de Hank Williams



    Aqui está "The Love That Faded", canção inédita de Hank Williams cuja letra foi descoberta recentemente e musicada por Bob Dylan. O Dylan juntou um monte de gente legal para fazer o mesmo em The Lost Notebooks of Hank Williams, disco que saiu hoje.



    Se você é mais indie, talvez goste da participação de Jack White, com "You Know That I Know". Eu acho a letra dessa melhor que a do Dylan. Dá para ouvir aqui.

    Choque! Medo! Antes do Amanhecer e Antes do Pôr-do-Sol terão continuação



    Uma notinha na edição mais recente da revista britânica Total Film traz a notícia: os clássicos indie Antes do Pôr-do-Sol e Antes do Amanhecer, do diretor Richard Linklater, devem ganhar uma continuação.

    Uma das estrelas dos longas, Julie Delpy, confirmou que ela e Ethan Hawke devem estar no projeto, que só dependeria agora da agenda de Linklater. Bom para ela, que só anda fazendo filmes que parecem cópias baratas da série Antes....

    Soundgarden não vem ao SWU, mas estará no repertório de Cornell



    Já sabemos que Chris Cornell não trará o Soundgarden ao SWU, em novembro. Ele vai trazer só um banquinho e um violão. Mas vai dar, sim, para ouvir umas músicas do lendário grupo de Seattle. Como "Outshined" (acima), que ele começou a tocar recentemente, nos shows da Nova Zelândia.

    Também frequentam o set acústico: "Hunger Strike", "All Night Thing", "Say Hello 2 Heaven" e "Call Me a Dog" (Temple of the Dog que, segundo consta, não se reunirá no Brasil); várias do Audioslave; algumas da carreira solo do cantor; "Black Hole Sun", "Burden in My Hand", "Fell on Black Days", "Blow Up the Outside World", "Like Suicide", todas do Soundgarden; e covers bizarras de Michael Jackson, Bruce Springsteen, Bob Marley e John Lennon ("Imagine", Chris? Sério?).

    Vai ser interessante ver como um show intimista dessas vai ser recebido por uma plateia de algumas dezenas de milhares de pessoas em Paulínia.

    Fim da pausa, volta ao trabalho

    Depois de férias e correria do Rock in Rio, estou de volta. Passei pelo Rio, Chicago, Nashville, Memphis, Rio de novo... Até dei umas passadinhas por aqui para falar do Jack White, Pearl Jam, Raconteurs e Boss in Drama, mas foi tudo rapidinho.

    Agora estou na reta final de fechamento da edição especial de 5 anos da Rolling Stone Brasil, mas o ritmo deve começar a se normalizar por aqui. Não custa reforçar também: apesar deste With Lasers estar em marcha lenta, o tumblr continua bombando (com coisas bem mais curtas, é verdade).

    Por enquanto, fique com o melhor momento do Rock in Rio. Vale a pena conferir mais de uma vez!