quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Beatles & Rolling Stones: encontros emocionantes, mas não necessariamente raros



Beatles & Stones não estão juntos apenas no nome de uma música chatinha do Beady Eye. O encontro recente de Ron Wood e Paul McCartney para tocar "Get Back" em um show do ex-beatle (acima) causou furor, mas ao longo das décadas esse "cruzamento" ocorreu algumas vezes.

Tudo começou quando, depois de um encontro, Lennon e McCartney ofereceram a faixa "I Wanna Be Your Man" ao grupo de Mick Jagger, que a gravou. Pouco tempo depois, os Beatles colocaram no mercado uma versão própria. "A versão deles era mais... O Mick Jagger estava numa onda de blues", explicou-me Ringo Starr um tempinho atrás. "Foi uma daquelas coisas... Nunca achei que o fato de eles terem lançado seria um impedimento. Existem vários casos de faixas que são gravadas por muita gente, não houve um plano meu do tipo: 'Agora vamos fazer nossa versão!' Só rolou. Adoro 'I Wanna Be Your Man', ela soa muito engraçada hoje."

Existe também a história de que o nome do disco Rubber Soul veio de "plastic soul" o que, segundo uma gravação de Sir Paul, seria uma expressão criada por músicos negros para descrever Mick Jagger.

Mais tarde, Lennon e McCartney fariam backing vocals na faixa "We Love You", da fase psicodélica dos Stones. Anos mais tarde, o guitarrista Brian Jones retribuiria o favor tocando saxofone em "You Know My Name" (ele supostamente faz barulhos com copos em "Yellow Submarine"). Também existe a possibilidade de Jagger ter feito vocais de apoio em "Baby, You're a Rich Man", mas, apesar do nome dele constar nas fitas de gravação, esse fato nunca foi confirmado.

Jagger era presença constante nas sessões de gravação do quarteto de Liverpool: existem registros dele fazendo visitas ao estúdio durante a preparação de Revolver e até do álbum Sgt. Pepper's (ele aparece inclusive no clipe de "A Day in the Life"). O cantor - com Keith Richards - também estava na transmissão ao vivo de "All You Need is Love".

Décadas depois, quando os Beatles entraram para o Hall da Fama do Rock and Roll, Paul McCartney não apareceu na cerimônia, deixando a função para George Harrison e Ringo Starr (Lennon já havia morrido). Pois lá estava Mick Jagger (com mais uma multidão de astros, é verdade) para cantar alguns versos de faixas como "I Saw Her Standing There".

Certamente há mais histórias envolvendo as duas bandas, mas estas já dão uma boa ideia de como aquele conceito "Beatles vs. Rolling Stones" é equivocado - embora seja inegável que as bandas investissem num certo nível de competitividade.

3 comentários:

JORGE disse...

AS MAIORES E MELHORES BANDAS DO UNIVERSO !

JORGE disse...

AS MAIORES E MELHORES BANDAS DO MUNDO !

JORGE disse...

AS MAIORES E MELHORES BANDAS DO UNIVERSO !