quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Aí eu estava na Third Man Records e...



Primeira parada em Nashville foi a Third Man Records, loja-estúdio-escritório da gravadora de Jack White, que mora aqui na cidade. O espaço da loja é pequeno (estiloso, mas só uma salinha), e o prédio fica basicamente no meio do nada, entre galpões e fábricas.

Enquanto eu pulava entre os discos do Raconteurs e da Wanda Jackson, uma porta se abriu ao meu lado. Passou um vulto alto, de preto, com o cabelo baguçado na altura do queixo. Ele disse um "até logo" para a vendedora. Antes que a minha mente processasse a frase "é o Jack White", ele já estava do lado de fora, entrando no carro.

"Então... Ele vem mesmo aqui?", perguntei, ainda em choque, para a balconista. "Claro que vem", ela respondeu, sorrindo mas com cara de quem responde a mesma coisa dezenas de vezes por dia. "É o trabalho dele. E ele é um chefe muito legal."

Então é isso, agora sabemos duas coisas - o Jack White frequenta mesmo a Third Man Records e é um chefe muito legal. Será que tem vaga lá?

3 comentários:

Davi Rocha disse...

Quero ser funcionário do Jack White!

Marcelo SGB disse...

hahhahaah
lembrei de 2005 no show do Teatro Amazonas.
Na hora do tumulto aparece o Jack ao meu lado. Eu fiz o que qualquer pessoa idiota faria: puxei o cabelo dele esperando um soco na cara. Pena que não aconteceu...

Flávia Durante disse...

um verdadeiro chefe!!!