terça-feira, 10 de agosto de 2010

Lollapalooza: o melhor, o pior e o estranho

Três dias de Lollapalooza, em Chicago, é uma longa maratona. LONGA. Com o sol forte prejudicando, ainda mais. No geral, foi assim:

SEXTA (6). Show mais marcante: Semi Precious Weapons (os amigos de Gaga misturam Bowie a New York Dolls, com uma pitada de Sex Pistols). Horário mais ingrato: B.o.B com tantos hits na parada ("Airplanes", "Nothin on Me", "Magic") teve de abrir o palco Adidas Mega Stage, mas fez um ótimo show mesmo assim – e que terminou com "Kids", do MGMT. Maior indecisão: o Wavves decidia o setlist durante o show, com os integrantes da banda (ex-companheiros de Jay Reatard) batendo boca (de brincadeira) uns com os outros. Participação surpresa: Jeff Tweedy aparecendo para tocar duas músicas que ele produziu para o novo disco de Mavis Staples. Melhor confissão: Jamie Lidell: "Meu último disco não teve nenhum sucesso. Mas uma das músicas foi hit nas Ilhas Canárias!" Momento não-acredito-que-tanta-gente-veio: Chromeo, com Dave 1 nao conseguindo esconder o sorriso gigante. Show de auto-ajuda: Lady Gaga contando, sem parar, como todo mundo falou mal da apresentação dela no Lollapalooza e agora ela estava por cima, fechando a noite. Insegura que só ela!

SÁBADO (7). Chatice do dia: praticamente tudo, com shows genéricos do Soft Pack, Grizzly Bear, The xx (vestidos de preto num calor intenso), Metric, Warpaint e Rogue Wave. Ainda somos hippies: Edward Sharpe & the Magnetic Zeros fizeram uma festa no palco Sony Bloggie, no fim fazendo todo mundo se sentar para ouvir a última música. Maior plateia: o Green Day provavelmente levou o maior público para um show do Lollapalooza. E não decepcionou, com mais de duas horas de megashow – com fogos, explosões e luzes intensas.

DOMINGO (8). Azarados: Miniature Tigers enfrentou o horário com mais chuva, pela manhã. Revelação forçada: Neon Hitch "a nova Lady Gaga", "a protegida de Amy Winehouse", e que faz uma dance music tipo FM popular. Reunião surpresa: Perry Farrell e o guitarrista Peter DiStefano retornaram aos tempos do Porno For Pyros para tocar "Pets" e "Sweet Jane" (de Lou Reed) no palco infantil Kidzapalooza. Cover inesperada: o thenewno2, de Dhani Harrison, filho do beatle George, tocou uma música dos... Talking Heads. Melhor show do festival: Soundgarden, que voltou com a força de um taco de baseball na cara do público. A banda falou pouco, misturou sucessos a músicas mais obscuras e não enfeitou o palco com nada (só luzes e um backdrop animado, com um olho piscante). Parecia que a banda estava retomando a carreira exatamente do ponto em que havia parado, mas com uma dose de brutalidade renovada.

2 comentários: