terça-feira, 1 de junho de 2010

Quando Mick Taylor dominava os Rolling Stones (ouça!)



Ok, "dominava" é exagero. Mas em 1972, os Rolling Stones estavam em um ótimo momento. Os motivos para isso poderiam gerar páginas e páginas de debate, mas um deles é certo: o guitarrista Mick Taylor.

Não acredita? Escute a versão abaixo de "Gimme Shelter", gravada ao vivo na Filadélfia, em 1972. A mixagem da faixa faz o favor de deixar a guitarra do cara bem alta:



Ainda no mesmo período, mas um pouco antes: o Multishow vai exibir por aqui o documentário Stones in Exile (que virou Rolling Stones - Exílio em Main Street), no dia 4 de junho, às 23 horas (horários alternativos: sábado, às 13h; domingo, às 8h, e terça-feira, às 15h30).

2 comentários:

Tiago Ferreira da Silva disse...

A saída de Mick Taylor foi uma das piores coisas que aconteceu aos Stones, na minha opinião.

Desde o período que integrou os Bluesbreakers, junto com John Mayall, Taylor já demonstrava grande capacidade de manusear sua guitarra com habilidade e grande sincronia.

Não sei ao certo qual foi o verdadeiro motivo da saída do guitarrista, mas fiquei sabendo, pela Rolling Stone americana, que Jagger apreciava bastante a virtuosidade de seu ex-companheiro.

Sem falar que "Gimme Shelter" é A canção dos Stones.

Abs,
Tiago

Thiago disse...

Nas músicas "Sway" e "Can't you hear me knocking", do Sticky Fingers (que é incrível e candidato a melhor dos stones, na minha modesta opina), o cara detona a guitarra e mostra a que veio pra banda. sem exageros, fico até "triste" de ouvir e me dar conta de que não tocarei assim nunca, hahah.
e esse disco ainda tem guitarras de base maravilhosamente bem executadas pelo pirata Richards.