quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Preciosa deve ser o filme queridinho dos críticos para o Oscar



É difícil que 2009 tenha produzido um filme com uma história mais deprimente - em Preciosa (título original: Precious: Based on the Novel 'Push' by Sapphire) a personagem central é uma adolescente obesa que tem dois filhos do próprio pai (um deles com Síndrome de Down). A mãe a agride frequentemente, fisicamente e psicologicamente. Expulsa da escola, ela acaba em um centro de educação alternativa. Até descobrir que tem um problema ainda maior, de saúde. A imaginação da menina, com sonhos de fama, sucesso e riqueza, é o que a salva - e também salva o espectador - durante os piores momentos.

O filme de Lee Daniels (Matadores de Aluguel) tem participações de Lenny Kravitz e Mariah Carrey (surpreendentemente bem, no papel de uma assistente social), mas a estrela é a estreante Gabourey Sidibe. A garota, 26 anos, filha de um taxista com uma cantora, é aposta certeira para o Oscar.

Agora ela está fazendo a ronda dos talkshows norte-americanos. Ontem foi a vez de Jay Leno recebê-la:




Ela também já visitou a Oprah Winfrey (que é produtora de Preciosa e, pouca gente se lembra, foi indicada ao Oscar e ao Globo de Ouro por sua participação em A Cor Púrpura), a Ellen DeGeneres e o Conan O'Brien.

A estreia brasileira de Preciosa está marcada para 29 de janeiro de 2010. O livro no qual o longa-metragem foi baseado, Push (de Saphire, lançado em 1996) ainda não tem edição nacional.

A imagem do alto deste post é de um dos pôsteres do filme. Vale a pena ver os outros, todos muito bonitos.

Nenhum comentário: