quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Nacho Vigalondo: um mestre da simplicidade complexa

Conheci o diretor espanhol Nacho Vigalondo pelo longa-metragem de estreia dele, Los Cronocrímenes (2007). É uma história muito doida que envolve (muitas) viagens no tempo, com uma trama que se complica e se explica na mesma proporção.

Esse filme vai ganhar um remake norte-americano, Timecrimes, que, dizem, pode ser dirigido por David Cronenberg.

Em 2009, Vigalondo (que foi indicado ao Oscar em 2003, pelo curta-metragem 7:35 de la Mañana) lançou Marisa - um filme de pouco menos de quatro minutos que mostra a história de uma garota que muda de visual e personalidade dependendo do local onde ela está. Como toda mulher, basicamente.

2 comentários:

Ronaldo Evangelista disse...

Que viagem, quero ver esse Cronocrímenes.

Paulo Terron disse...

Cronocrímenes é melhor que esse curta!

http://thepiratebay.org/torrent/4658911/Los_Cronocrimenes_%28Timecrimes%29_%28Nacho_Vigalondo__2007%29_%5BRePoPo%5D