sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Miles Davis e a íntegra das gravações de Kind of Blue (ouça!)

Kind of Blue completo

No livro Kind of Blue - A História da Obra-Prima de Miles Davis, o autor Ashley Kahn descreve - sem esconder o deleite - a experiência de ouvir as fitas com a íntegra das duas sessões que viriam a nos dar o disco mais famoso e importante da história do jazz. Até 2000, quando o texto foi publicado, ouvir as tais gravações era um privilégio reservado a poucos. Não é mais.

É provável que nunca venhamos a saber como tudo isso foi parar na internet, mas o material está em vários discos piratas. Talvez seja culpa da SonyBMG, dona dos fonogramas, nunca colocou a íntegra no mercado (nem a edição especial que comemora os 50 anos do disco fez isso).

Foram dois dias de gravação, em 2 de março e 22 de abril de 1950, que renderam pouco mais de 70 minutos, entre as versões finais, outakes e conversas técnicas.

Tudo começou assim, com a gravação de quatro takes de "Freddie Freeloader":



Aí veio o registro de "So What", em três tentativas:



A última faixa a ser gravada nesse dia foi "Blue in Green", que teve cinco takes:



A sessão de abril foi iniciada com as seis tentativas de "Flamenco Sketches":



E, para encerrar, "All Blues" ficou perfeita em apenas um take:



Nada mal para começar 2009, hein?

Nenhum comentário: