domingo, 6 de abril de 2008

A verdade sobre o sangue do guitarrista do Ozzy


Não teve quem não reparou: as mãos do guitarrista Zakk Wylde, da banda do Ozzy Osbourne, sangraram durante a apresentação toda no sábado, em São Paulo. Você deve estar pensando que ele cortou os dedos nas cordas da guitarra, em meio aos solos virtuosos, mas a verdade é outra.

Wylde é um cara problemático. Não dá para dizer exatamente o quão problemático, mas dizer que ele carrega um abridor de garrafas pendurado no cinto já é uma ótima dica. Minutos antes do show do Ozzy começar, o guitarrista estava no camarim do Black Label Society (a banda da qual é líder) gritando furiosamente – sozinho. O cara gritava coisas sem sentido, do tipo "você precisa me respeitar" e vários "motherfucker".

Como se não bastasse, o cara começou a chutar e socar os móveis e as paredes do lugar. E aí acabou se machucando. Com o esforço de tocar a guitarra, o sangue jorrou mais ainda e ensopou o instrumento do moço. Isso é rock’n’roll! Ou caso de hospício, dependendo do ponto de vista.

Parece que o comportamento de Zakk já estava assim, agressivo, desde antes do show. No hotel ele teria tido um chilique e ameaçado quebrar um piano. Já no camarim do Parque Antártica, o local da apresentação, até o chefão Ozzy Osbourne deu uma passada pelo camarim do guitarrista para tentar acalmá-lo. Talvez seja o caso de seguir o exemplo do marido de Sharon (anos sem álcool: três) e do companheiro de festival Jonathan Davis, vocalista do Korn (anos sem álcool: 10).

Note as manchas vermelhas:

video

12 comentários:

Rafael disse...

Isto q é metal!!!!

Ana Paula Haruna disse...

FUI NA VIP, ADORO O ZAKK MAS PRA MIM AQUILO PARECIA CENINHA E NÃO SANGUE DE VERDADE

Rodolfo disse...

ahhhh seria metal de verdade se tivesse sangrando a mão esquerda...

Gustavo disse...

Cara, isso é uma puta mentira. Ele cortou a mao depilando com gilete.

abrs

Bruno Dias disse...

"Metaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaallllll!!!"

George disse...

eu não sei enquanto ao sangue, mas vi que ao tentar dar uma alavancada ele sentiu DOR e não conseguiu apoiar um dos dedos, e a mão dele tremeu.

Palugan disse...

sangue is over.

camila alam disse...

só eu não vi o tal sangue?

DDM disse...

até q enfim alguem confirmou a historia do camarim, q porra de abridor nada , foi quebra qeubra no camarim mesmo , e outra o lance do piano , ele naum ameaçou quebrar , ele tava tocando e no final disse um "fuck this shit" e entou um murro no piano , fodendo com umas 3 teclas
e essa cena eu tive o privilegio de ver bem de perto no hotel. mas ai , muito gente boa o cara , comprimentou a galera numa boa, e naumacho q ele seja tao problematico assim , o fato é q deram varias merdas nessa passagem dele pelo Brasil

Paulo Eduardo disse...

Avisem-me se eu estiver errado, mas essas coisas aconteceram em SP, certo? Será que ele não tava muito puto por causa da guitarra que "burramente" quebrada no show do RJ. Porra, essa guita acompanhava o cara a muito tempo. Talvez eu esteja enganado.

Abraços SDMF's

tiago disse...

essas pessoas que disseram ki isso é so ceninha e tals... kero ve vcs toca com a mao sangrando... alias vcs nem banda tem

Gaara disse...

Ele tinha se cortado com o copo dele antes de entrar no palco, daew conforme ele tocava os pontos dele acho qe saiu , se eu nao me engano , é´ isso qe aconteceu...