segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Especial 2007 parte 4: quem foi mais citado aqui?


Este blog começou em 2007, mas já tem alguns artistas que o freqüentam bastante. Sabe quem foram os mais citados no With Lasers em 2007? Foram estes:

10 - Courtney Love, Los Hermanos, Ricky Gervais e Paris Hilton. O que uma viúva do rock, uma banda brasileira separada, um gênio da comédia e a Paris têm em comum? Nove posts durante 2007.

9 - Klaxons e Rolling Stones, com 10 posts cada. E os dois vêm ao Brasil no ano que vem. Opa, não era para falar do segundo ainda? Desculpa...

8 - J. J. Abrams e Lily Allen, com 11 posts cada. Um fez Lost e está fazendo o novo Star Trek, a outra fez um filho.

7 - Arctic Monkeys, com 13 posts. Não rolou maldição do segundo álbum.

6 - Led Zeppelin e White Stripes, com 14 posts cada. Só que não teve sextape do Robert Plant, graças a Deus!

5 - Amy Winehouse, com 16 posts. Ela precisa beber muito pra alcançar a Britney.

4 - Spice Girls, com 20 posts.

3 - Paul McCartney e Beatles, com 23 posts cada. Parados há 38 anos... e tiveram tanta notícia quanto o velho Macca, em ano de divórcio?

2 - Britney Spears, com 26 posts (e nenhum falando bem, imagino...).

1 - Bonde do Rolê e Cansei de Ser Sexy empatados, com 31 posts cada!

Feliz 2008!


Feliz 2008!

A série especial sobre 2007 ainda não acabou! Logo mais ela volta.

sábado, 29 de dezembro de 2007

2007 em flagras


O site Fleshbot (especializado em, ahn, putaria) fez uma lista dos 10 grandes momentos da relação famosas + sexo em 2007. A lista ficou assim:

10 - A sextape de "Meg White";

9 - Britney raspa a cabeça (mas antes mostra outras partes do corpo);

8 - Hayden Panettiere - a cheerleader de Heroes - chega à idade adulta;

7 - Várias, da irmã da Britney à Christina Aguilera, ficam grávidas;

6 - Sienna Miller peladona;

5 - Amy Fisher lança um pornô caseiro;

4 - Natalie Portman mostra o traseiro no cinema;

3 - Kim Kardashian (uma Paris Hilton wannabe) tem uma sextape;

2 - Vanessa Hudgens ajuda o público de High School Musical a chegar à adolescência mais cedo;

1 - Nick Lachey e a namorada Vanessa Minnillo são fotografados "no ato".


Quer ver as imagens todas? Clique aqui. O mesmo Fleshbot fez uma lista dos melhores filmes pornôs do ano e Broken, a estréia (só na direção!) do guitarrista Dave Navarro no mundo do entretenimento adulto, entrou na seleção.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Uma estranha na delegacia


Pegaram a Mischa Barton com a boca no cigarro do capeta! A estrela de The O.C. foi presa ontem por dirigir sob efeito de álcool, sem carteira de motorista e posse de entorpecentes. Legal, porque o mundo realmente precisa de mais uma Britney/Lindsay.

A erva do capeta faz parte da vida de Marissa, digo, Mischa faz tempo. O Egotastic tem fotos dela dando um traguinho. E ela também foi pioneira nesse lance de mostrar o que não deve em público.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Radiohead ainda em 2007


Os desocupados de plantão já têm o que fazer no dia 31 de dezembro: o Radiohead vai fazer mais um webcast, desta vez tocando o álbum In Rainbows inteiro.

O especial será transmitido pela Current.com e será reprisado algumas vezes durante o dia. Detalhe: será pré-gravado (porque o Radiohead tem mais o que fazer no Ano Novo, né?).

terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Cara-de-capa


Adoro essas manias de internet! E a mais recente se chama "sleeveface". É simples: a pessoa coloca uma capa de disco (vinil, a não ser que você seja um gnomo...) na frente do rosto para criar uma ilusão de complemento. É mais fácil entender vendo as fotos: clique aqui!

Música e... coisas


Se o seu Natal está meio sem graça, anime-o com as músicas do EP virtual Papai Noel Chegou Vol. 2, que tem músicas inéditas para agradar o bebê Jesus, Maria e José. Clique aqui para baixar os MP3 e a capinha.

E em notícias totalmente sem relação com isso:

*Klaxons e Editors vêm ao Brasil.

*Jay-Z vai deixar de ser presidente da Def Jam Records.

*Britney Spears faz de tudo, até se enrosca com fotógrafo para uma noite selvagem...

*Michel Gondry manda um feliz Natal para você.

domingo, 23 de dezembro de 2007

Doutora Who?!?


O The Sun especula que Jennifer Saunders, de Absolutely Fabulous, pode ser a primeira "doutora" da série Doctor Who - mas só em um episódio especial.

O ator David Tennant, o titular atual (e décimo da série!), está em sua quarta temporada (a estrear em 2008, com um especial de Natal sendo exibido na Inglaterra logo mais) e o programas já garantiu pelo menos especiais para 2009. Mas depois disso...

Natal com Dylan, cortesia de Patti Noel


Isso que é presente de Natal: a gravadora de Bob Dylan produziu uma série de 20 podcasts contando a história do músico - e narrados por Patti Smith! Dez deles já estão disponíveis para download gratuito aqui.

Os mini-documentários são para promover a coletânea Dylan, lançada um tempinho atrás. Serve de aquecimento para os shows do cantor no Brasil, que devem rolar no começo de 2008.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Especial 2007 parte 3: nova rêive made in Brazil


Dizem que eles são exemplo de "gente que faz em casa", mas as músicas soam meio... Feitas no busão. Sabe quando você está no ônibus e tenta escrever alguma coisa, aí sai meio torto? Tipo isso. Mas a idéia é boa. Quando o New Rave Kids on the Block descer do busão, não vai sobrar para ninguém! Enquanto isso, o With Lasers bateu um papo com Goos, Raphael e Cello.

Não é cedo demais para a new rave ter kids?

Nunca é cedo demais para uma banda incrível como a nossa. Sabe, as pessoas sempre falam que a new rave está morta e é um estilo passageiro, mas pra gente é um modo de vida. O novo rock surgiu em 2001, o que não impediu o Moptop de aparecer 5 anos depois!

Boa parte das músicas de vocês é cantada em coro. Vocês foram do coral da escola ou da igreja quando eram crianças?

Apesar da nossa fama pagã, o Goos e o Cello foram do coral da igreja (o Goos inclusive foi coroinha). Mas como o Raphael só foi batizado aos 15 anos ele ainda tem uma certa resistência à união de vozes!

O primeiro show do NRKOTB rolou quando vocês tinham duas ou três músicas. Não é rápido demais?

Ai, que mentira. Nossa que jornalista mal informado você. A gentetinha cinco músicas e duas trucagens (mashup e cover), o que é perfeitamente aceitável para uma banda com um mês de vida. [nota do With Lasers: o blog é meu, então a palavra final é minha. Eles tinham duas ou três músicas mesmo]

Se vocês ligarem agora para os seus pais e perguntarem "o que é new rave?" eles vão responder...

Mãe do Cello: "É alguma dessas coisas pós-modernas que você aparece uma vez por semana?"

Mãe do Goos: não foi encontrada, estava numa festa.

Pai do Raphael: "Sei lá o que é new rave! Nova Jesuralém? É um estilo de música? Acertei? O que que eu vou ganhar?"

É moderno ser retrô? E fluor não é excessivo no Verão?

Nosso empresário nos orientou a não responder perguntas de jornalistas inexperientes tentando ser engraçadinhos. Mas se você quer uma dica, copia a moda lá de fora. Você tem até dois anos. Depois começa a ficar meio estranho e você pode acabar parecendo como o Wry e o shoegaze. E, acredita na gente, tem uns estilos que devem ser evitados, tipo electroclash, funk e new rave (para maiores de 25 anos).

Especial 2007 parte 2: compras básicas

Faltam pouquíssimos dias para o Natal, então é bom correr se você ainda não comprou todos os presentes. Fiz abaixo uma lista pequena de coisas que são legais e facilmente encontráveis. Serve pelo menos como referência. E pode chamar de "As coisas preferidas do With Lasers", tipo a Oprah. Caso você se esqueça de alguém, volte aqui depois do Natal que vai ter uma lista de presentes MUITO legais que você pode dar para compensar a mancada.

Popmart – Live From Mexico City, U2. Uma das melhores turnês da banda (só não é a melhor porque entraríamos no debate "mas-a-Zoo-TV-não-era-mais-legal?") finalmente saiu em DVD. E em duas edições diferentes. A mais simples traz só o show gravado no México em 1997. Se você não é do tipo fanático, nem precisa mais do que isso. Porque a apresentação já é um excesso, com aquele limão gigante e os zilhões de referências pop (os básicos Keith Haring e Roy Lichtenstein são creditados no colorido encarte de 20 páginas). O repertório tem todos os clássicos, incluindo aquela versão de "Sunday Bloody Sunday" só com o The Edge, que só rolou na Popmart Tour. Na edição dupla há um monte de documentários sobre os bastidores, sete músicas que não estão no DVD simples e mais os clipes de "Staring at the Sun" (versão Miami) e do remix "Last Night on Earth/First Night in Hell".

30 Rock. Tina Fey foi a primeira mulher a ser chefe dos roteiristas do Saturday Night Live, um dos programas mais tradicionais da comédia norte-americana. Depois do sucesso do filme Meninas Malvadas (cujo roteiro ela escreveu), Tina decidiu que era hora de escrever e atuar em seu próprio programa: uma paródia dos bastidores de um programa de variedades. Prepare-se para uma performance incrível de Alec Baldwin como chefe de uma mega-corporação. Esta caixa tem a primeira temporada completa.

Alucinações Musicais, Oliver Sacks. O neurologista britânico é autor de vários bestsellers mas este, o mais recente, é um livro sobre pacientes que tiveram distúrbios mentais relacionados a música: canções que não saíam da cabeça, dons musicais despertados por acidentes etc. Ouça um trecho no site oficial do livro (em inglês).

Jimi Hendrix – A Dramática História de Uma Lenda do Rock, Sharon Lawrence. Uma visão extremamente pessoal de uma das amigas do maior guitarrista de todos tempos. Para fazer bonito, leve como complemento o DVD Live at Monterey, que registra a explosiva (ou flamejante) apresentação do músico no festival, recentemente relançada em edição especial.

O Poderoso Chefão. O box da trilogia de filmes de Francis Ford Coppola já existe faz tempo, mas uma reedição baixou o preço de forma drástica: agora é possível comprar a caixinha com os longas por menos de R$ 50. Ou a edição que tem um disco bônus de extras por cerca de R$ 60.

Angel Down, Sebastian Bach. Acabou de sair no Brasil o mais recente trabalho solo do ex-Skid Row. É muito, muito pesado. A produção é do Roy Z, velho conhecido do povo do metal. E a parte mais legal: Axl Rose participa de TRÊS músicas. Deve ser por isso que o Chinese Democracy não sai. Uma delas é uma cover de "Back in the Saddle", do Aerosmith. A segunda, "(Love is) A Bitchslap", foi escrita por Bach e poderia estar no Appetite For Destruction, o álbum de estréia do Guns N’Roses (mesmo porque ela é meio chupada de "Night Train"). A última é a maior surpresa: "Stuck Inside" foi escrita pelo próprio Axl, em parceria com Johnny Chromatic (guitarrista de Bach). Só fica o alerta: é um disco para fãs de peso ou de Axl/Bach. Principiantes podem se assustar.

Nylon Guys. Essa é uma idéia simpática. É só entrar no site da revista e assinar a versão digital. As três primeiras edições são gratuitas e depois, para continuar assinando, você só tem de pagar US$ 2,94 por seis exemplares! A revista é de moda, mas também é uma das mais antenadas em música e cinema.

Live at the O2 Arena, Led Zeppelin. OK, você deve estar pensando que eu sou maluco, já que esse CD/DVD não saiu oficialmente. E não é mais legal assim? Você procura na internet (não é nada difícil de achar...) e dá de presente! Até capinha os fãs já fizeram, olha só:


*Leia também a parte 1 do Especial 2007: Marina fala sobre o Bonde e o futuro.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Especial 2007 parte 1: Marina fala sobre o Bonde e o futuro

Este é o primeiro post da série especial que segue até a virada do ano. Para começar de uma forma especial, Marina Vello, ex-vocalista do Bonde do Rolê, fala pela primeira vez sobre sua saída da banda, do sucesso e do futuro.

Se você ainda está sedento por informações, aguarde a edição de janeiro de 2008 da Rolling Stone. Lá a Marina fala mais ainda sobre esses assuntos todos.

Ainda no assunto Bonde do Rolê: se você é fã da banda, recomendo o show do Bo$$ in Drama em Santos, na Popscene, no próximo sábado (22). Vai ter um convidado muito especial...

Sem esquecer Judd Apatow

O trailer de Forgetting Sarah Marshall, mais uma produção de Judd Apatow, deu as caras na internet. O diretor é Nicholas Stoller, que trabalhou em alguns episódios de Undeclared - a segunda série de TV de Apatow, depois de Freaks and Geeks. O ator principal, aliás, é o Jason Segel, que participou desses dois programas.

E tem mais gente legal no elenco: Kristen Bell (de Heroes, Veronica Mars), Jonah Hill (Superbad), Mila Kunis (That 70s Show) e Paul Rudd (Ligeiramente Grávidos, Walk Hard). E o mais legal: o comediante doidão britânico Russell Brand, interpretando um rockstar!

O filme estréia em 30 de maio nos EUA.

Electro sem eletricidade


Eu sempre achei que o duo de electro-pop low-fi (nossa!) To My Boy tinha boas melodias, mas que elas ficavam meio escondidas por baixo dos sons excessivos (no bom sentido, se é que isso é possível). Agora minha tese pode ser comprovada no EP Messages, um disquinho acústico distribuído gratuitamente pela banda britânica em seu site oficial.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Vários Jacks e Megs


O White Stripes tem os melhores produtos de todos tempos (OK, depois do Kiss...). Ontem eles colocaram mais um à venda no site oficial da banda: uma matrioska do Jack e uma da Meg! Falando português claro, são aquelas bonequinhas russas que você vai abrindo e outras vão aparecendo.

No caso dos Stripes, você abre e vão aparecendo os Jacks e Megs das capas dos discos anteriores! Olha só:



Custam US$ 30 cada bonequinha (com todas as variações de cada integrante) ou US$ 50 pelo casal Jack e Meg.

Dominando o world

Alguém sabe explicar a introdução em português do Portishead?

O texto é da Lei Tríplice, que está relacionada à Wicca (o nome dessa faixa é "Wicca"). Mas quem está lendo o texto?

Só TV

A greve, o fim de ano e um bando de coisas fazem o mundo da televisão ficar agitado nesta época. Olha:

*The 4400 foi cancelada.

*A Kylie Minogue deu um beijo no Doctor Who.

*A segunda temporada de Torchwood ganhou um trailer:


*Hoje é a final de Brazil's Next Top Model.

*Veronica Mars pode continuar em quadrinhos, tipo Buffy. Mas só depois da greve.

*Por causa da greve a NBC vai passar Monk e Psych, que são séries do USA.

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Só precisamos da ilusão

Se há uma coisa que não morre nunca, é a história de que o Paul McCartney morreu. E agora novas "pistas" indicam que o beatle realmente passou desta para pior (sério, no caso dele dá para existir "melhor"?):

1 - A frase "tudo do que precisamos é da ilusão" escondida em "Dance Tonight".


2 - Em "Ever Present Past" a mensagem é bem mais complexa - ela até comenta uma outra parte da lenda, a que se refere aos tempos de Magical Mystery Tour!


E agora? Quem está entre nós, fumando maconha no show da volta do Led Zeppelin? É o Paul McCartney ou é William Campbell?

Boneco do mal

Como os especiais de The Office, o de Extras teve vários momentos tristes... E muitos outros engraçados, claro. Tipo esse que tirou barato do ataque racista do Michael Richards, o Kramer de Seinfeld.

Entretenimento em dez notícias (ou mais!)

Pouco tempo até a virada do ano, tanta coisa acontecendo!

*Jason Bonham não sabe se o Led Zeppelin vai continuar. Robert Plant já começou a marcar datas com Alison Krauss.

*O Foo Fighters vai ter dois palcos na turnê nova, tipo os Rolling Stones. E a banda vai ser aquela com um monte de gente, como na turnê acústica.

*William Shatner pode acabar participando do novo filme de Star Trek - mesmo com o Capitão Kirk tendo morrido em um dos filmes anteriores.

*A finada e genial série Arrested Development está partindo para o cinema. E Tobias Funke pode participar de Scrubs.

*O Cansei de Ser Sexy desenhou uma coleção para a Zapping. E tocou a nova "Jamaican Flag" em um show recente:


*O documentário sobre a volta das Spice Girls já está inteirinho no YouTube. O Greatest Hits das meninas já vendeu mais de 30 mil cópias só no Brasil.

*O próximo filme de Rob Zombie (Halloween) pode ser um western!

*Os roteiristas que estão em greve não vão escrever para a entrega do Oscar ou do Globo de Ouro. Ouch!

*Bob Dylan e My Chemical Romance vêm ao Brasil. Ozzy, Korn e Rage Against the Machine também.

*Michael Jackson pode voltar aos palcos em Londres.

*Se as 4.000 horas dos três O Senhor dos Anéis não foram o suficiente para você, tem O Hobbit logo mais.

*Uma criatura misteriosa matou um pitbull e os filhotes dele em Bolivia, uma cidade dos EUA. Já estão chamando o bicho de A Besta de Bolivia.

Saindo da ilha...


A nova temporada de Lost, que estréia em 31 de janeiro nos EUA, ganhou um trailer (bem melhor que aquele teaser de 30 segundos). Clique aqui para ver os sobreviventes se preparando para sair da ilha! Ou não. Será? E agora?

Fim de Battlestar

Para os fãs de Battlestar Galactica, uma alegria neste fim de 2007: o teaser-trailer da quarta (e última) temporada da série:

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

39 anos de Homer

No mais recente episódio de Os Simpsons, exibido ontem nos EUA, Homer Simpson revê a vida dele em um estilo "tirei uma foto por dia durante 39 anos". Termina até com uns links do YouTube!


O original, hit da internet, é este aqui:

sábado, 15 de dezembro de 2007

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

"I saw it, it's alive!"

Alguns minutos de Cloverfield, com apresentação de J.J. Abrams, estão na internet. Acho que vai ser um filme ruim, mas eu vou gostar. É meio Godzilla+Bruxa de Blair+11 de setembro.

Gritando em SP - ATUALIZADA

O que mais impressionou foi a voz. Sim, porque quem acompanha a carreira de Chris Cornell nos último anos sabe que ela nem sempre é amiga do cantor (vide os registros em DVD dos shows de Cuba e do Live 8, do Audioslave. Então era natural que até o fãs mais dedicado pisasse no Credicard Hall, em São Paulo, na última quinta (13), com um uma certa desconfiança.

E o ex-Audioslave (e ex-Soundgarden também) tratou de acabar com essas dúvidas logo nas três primeiras músicas: "Let Me Drown" e "Outshined" (as duas do Soundgarden) e "Show Me How to Live" (do Audioslave). E não houve adaptações do tipo "vamos-baixar-o-tom-desta-música"! Foi uma apresentação levada no grito.

"Outshined" ao vivo em São Paulo:


Claro que houve momentos dispensáveis. A cover estilo Caetano Veloso de "Billie Jean" (Michael Jackson) poderia ter ficado de fora, assim como a cafona "You Know My Name", da trilha-sonora do mais recente filme do James Bond, Casino Royale. O bom foi que as falhas foram compensadas com surpresas: "Seasons", da trilha de Singles - Vida de Solteiro, veio no bis, pouco antes de uma intensa "Slaves and Bulldozers", que ganhou trechos de "Searching With My Good Eye Closed" e "Whole Lotta Love" (do Led Zeppelin!). E o já lendário Temple of the Dog foi lembrado em "Hunger Strike" e "Call Me a Dog".

"Hunger Strike" ao vivo em São Paulo:


A música seria o sufiente para os fãs (top 3 de camisetas na platéia: 1o Audioslave, 2o Pearl Jam, 3o Soundgarden/Chris Cornell), mas Cornell ainda os tratou com carinho: desceu até a galera, olhou e guardou cada peça de roupa que foi jogada no palco e, junto com os músicos de apoio, jogou ao público palhetas de guitarra sem parar (sério, foram algumas dezenas).

A banda de Cornell não é ruim, mas também não é incrível. Tem um baterista competente (Jason Sutter, do Smash Mouth), só que... Bom, se o show é solo você não vai querer que os músicos atrapalhem, né? E que venha a reunião do Soundgarden!

"Call Me a Dog / Preaching the End of the World / I Am the Highway" ao vivo em São Paulo:

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Tenacious pró-greve

O Tenacious D tocou em um dos protestos do roteiristas. "O Rage Against the Machine não estava disponível", disse Jack Black. "Então tiveram de dar um upgrade e trazer o D." A dupla tocou uma música nova, "Fuck the Bullshit", mais "City Hall" e "The Government Totally Sucks".

Dando tchau ao Extras


O Yahoo! postou os dez primeiros minutos do especial de Natal da série Extras, de Ricky Gervais. Assim como a versão original de The Office, a série teve duas temporadas e deve ser encerrada nesse episódio.

Nessa prévia dá para ver a participação de Clive Owen, uma das estrelas do especial ao lado de George Michael e David Tennant. Também é engraçado ver a atriz Ashley Jensen interpretando a personagem Maggie depois de ter feito sucesso mundial em Ugly Betty, como Christina.

Paris & Jesus

Achei curioso o local onde esse anúncio do site Amor em Cristo foi colocado dentro do Papel Pop:


Você cai no pecado e já se salva, tudo no mesmo lugar!

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Jack BlacCartney: quase tão bons quanto os Monkees

Apareceram mais imagens dos Beatles em Walk Hard: the Dewey Cox Story, agora mostrando o Jack Black interpretando Paul McCartney:


O filme estréia em 21 de dezembro nos EUA e tem roteiro de Judd Apatow, que dirigiu O Virgem de 40 Anos e Ligeiramente Grávidos. Apatow é uma máquina de fazer filmes: até agora ele já tem cinco projetos para 2008 (entre roteiros e produção) e mais cinco para 2009!

A melhor voz do grunge


Chris Cornell, ex-vocalista do Soundgarden e do Audioslave, canta no Rio de Janeiro hoje (12) e em São Paulo amanhã. Eu sei o que você está pensando: velho, grunge e com voz ruim. Esqueça isso tudo.

Pelos shows recentes que ouvi na internet, o cara está muito bem e manda um repertório impecável durante mais de duas horas e meia de show. De suas faixas solo a sucessos do Audioslave, de Soundgarden a covers de Michael Jackson e Led Zeppelin. Tem de tudo para ser uma noite imperdível. Tem até músicas do Temple of the Dog, o supergrupo que era formado por integrantes do Pearl Jam e Soundgarden.

Abaixo você pode ouvir o próprio Cornell, em entrevista a este blog, falando um pouco sobre essa turnê. Se você quiser saber mais ainda, compre a nova edição da Rolling Stone (com a Rita Lee na capa) que tem um texto meu lá, com mais entrevista.

Quinteto fantástico


O melhor letrista do mundo com o melhor cantor do mundo, na mesma banda. Mais um beatle. Durante anos a história do Traveling Wilburys ficou meio de lado, esquecida. Muita gente considerava o disco excessivo, inexpressivo. Os anos cuidaram bem dos dois álbuns produzidos pela megabanda de Bob Dylan, Roy Orbinson, George Harrison, Tom Petty e Jeff Lynne e agora já está nas lojas uma bela edição especial que junta tudo o que os Wilburys Viajantes fizeram.

O box especial inicialmente saiu em uma edição limitada que se esgotou bem rápido. A gravadora Rhino correu e preparou uma segunda edição, bem à tempo para o Natal. A caixinha é revestida com tecido azul e guarda um livrinho prata, de capa dura, com os encartes originais (e textos de Michael Palin, do Monty Python!) de The Traveling Wilburys, volumes 1 e 3, os dois discos gravados pela banda, em 1988 e 1990. Cada álbum ganhou duas faixas bônus: "Maxine" e "Like a Ship", inéditas, completam o primeiro e "Nobody's Child" (de uma coletânea beneficente) e "Runaway" (lado B de single) reforçam o segundo. O segundo, aliás, não tem Orbinson, que morreu antes da gravação. Diz a lenda que os outros pensaram em chamar Del Shannon para a vaga, mas o cantor também morreu antes!

Há ainda um DVD com todos os clipes e um mini-documentário, The True History of the Traveling Wilburys (com um climão caseiro e raras imagens de Dylan em estúdio). Para completar, um envelope com fotos, cartões, um adesivo e um certificado de autenticidade (a edição, além de limitada, é numerada).

Para quem não é tão fã assim, existe uma versão mais comum que traz só os CDs, o DVD e um encarte simplificado. Só que ela custa mais de R$ 100. E a especial sai por US$ 35,98 (mais correio) na Amazon. Se bobear, dá até para achar por menos. Eu paguei US$ 23 na minha.

E se o seu caso for o oposto e nada disso é o suficiente para saciar a sua fúria consumista, corra atrás da edição especial em vinil. Ela tem os discos em discos de 180 gramas, mais as fotos e um 12 polegadas bônus, com as faixas extra dos CDs e versões diferentes de músicas da banda.


*Ouça os podcasts do Traveling Wilburys aqui.

*Veja o documentário The True History of the Traveling Wilburys aqui.

*Escute a bela "Not Alone Any More" aqui.

*Baixe raridades da banda, ensaios, covers e músicas inéditas aqui.

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Santoro e Rory


Rodrigo Santoro está fazendo um filme com Alexis Bledel (a Rory, de Gilmore Girls) no filme Post-Grad Survival (que deve ser lançado só em 2009). Nele, Alexis interpreta uma garota que acabou de se formar e voltou a morar com os pais.

As filmagens - que têm um orçamento de US$ 15 milhões - já começaram, em Los Angeles. Também participam do longa Michael Keaton, Zach Gilford (Friday Night Lights) e Carol Burnett.

Dogão do Led

O Led Zeppelin tocando "Black Dog" na O2 Arena, em Londres, no elogiado show de ontem:


E mais "Kashmir"


"Whole Lotta Love"


"Stairway to Heaven"

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Agora foi: o Led Zeppelin tocou


O Led Zeppelin voltou. A banda abriu o show de Londres, uma homenagem a Ahmet Ertegun (fundador da Atlantic Records), como "Good Times Bad Times". Depois vieram: "Ramble On", "Black Dog", "In My Time of Dying", "For Your Life" (tocada ao vivo pela primeira vez!), "Trampled Under Foot", "Nobody's Fault But Mine", "No Quarter", "Since I've Been Loving You", "Dazed and Confused", "Stairway to Heaven" (agora sim foi uma volta do Led Zeppelin!), "The Song Remains the Same", "Misty Mountain Hop", "Kashmir", "Whole Lotta Love" e "Rock and Roll. Foram mais ou menos duas horas de show.


Segundo a NME, a lista de exigências da banda foi humilde: café, chá e uma tábua de passar roupas, entre outras coisinhas. Já a lista de convidados foi uma das mais impecáveis da história da música pop:

Paul McCartney


Mick Jagger


Dave Grohl (na foto com Bill Wyman)


E mais Marilyn Manson, Ben Harper, Laura Dern, Priscilla e Lisa Marie Presley, Naomi Campbell, Kate Moss, Pink, Jerry Hall, Jeff Beck, Mick Jones, Michael J. Fox...

Subindo a escada para o céu


Está quase começando: o palco da O2 Arena, em Londres, já está sendo preparado para a volta do Led Zeppelin. O ex-Rolling Stones Bill Wyman já tocou com a banda dele (não teve reunião dele com os Stones, como havia sido especulado).

No ensaio - que alguns convidados puderam ver - rolaram alguns clássicos: "Good Times/Bad Times", "Ramble On", "In My Time Of Dying", "No Quarter" e "Nobody's Fault But Mine".

O blog da New Musical Express está acompanhando o evento em tempo real. Clique aqui para ler.

É oficial para o Bonde - ATUALIZADA


O Bonde do Rolê se pronunciou oficialmente, em uma nota divulgada hoje, sobre a crise pela qual o trio passa:

"Com a saída da Marina, é com grande pesar que o Bonde do Rolê teve de cancelar a turnê australiana. A banda não vai mais continuar no mesmo formato, e os integrantes Pedro e Gorky estão atualmente dando duro para recrutar outra pessoa."


O DJ Rodrigo Gorky também passou pela comunidade do Bonde no Orkut para tirar algumas dúvidas dos fãs:

"Esclarecimentos
Então, eu e o Pedro [D'Eyrot, MC] ainda não sabemos o que vamos fazer. Estamos conversando a respeito. O que sabemos com certeza é:

- Não foi briga boba (por favor, nem tentem cavucar pra saber o que foi, pra preservar todo mundo preferimos não falar);

- A banda não acabou;

- Marina não volta pra banda;

- Show só no ano que vem, quando o disco novo sair;

- Mais do mesmo não dá, já estávamos certos disso e as mudanças que acontecerão com a banda já rolariam mesmo antes de qualquer problema interno;

- O clipe de 'Marina Gasolina' não é bom mesmo, a gente sabe disso.

No mais, o que não houve resposta aqui é porque a gente não sabe ou não quer saber.
Perguntas?

Beijo no coração!"

Não desista do CSS

"Give Up", outra música nova do Cansei de Ser Sexy, com letra da guitarrista Luiza Sá.

Série morta-viva

A série Dead Like Me vai ressuscitar na forma de um filme. O longa será lançado em DVD no ano que vem e já tem um teaser trailer:


O programa foi criado por Bryan Fuller (o mesmo de Pushing Daisies e Wonderfalls) e teve duas temporadas, em 2003 e 2004, antes de ser cancelado. A história do filme se passa dois anos depois do fim da série.

domingo, 9 de dezembro de 2007

O Nokia foi quente!

Pós-Nokia Trends – o último festival do ano – uma pergunta não me sai da cabeça: por que as empresas que vendem comida nesses lugares acham que estão fazendo um favor para o consumidor? Por exemplo: ontem só era possível comprar um mínimo de 10 reais em fichas (Procon, cadê você?), sendo que a água, a cerveja e os refrigerantes custavam menos que isso.

A organização do festival foi quase impecável. Só faltaram mais banheiros (as filas eram longas) e um ar-condicionado mais potente (calor dos infernos!). Ah, e umas atrações um pouco mais interessantes. O Van She, desconhecido por aqui (e todos os lugares do mundo, imagino) não mandou mal, mas também não animou muita gente. O Underground Resistance encheu o Memorial da América Latina de um clima anos 90, no pior sentido.

As duas bandas principais, o Phoenix e o She Wants Revenge, garantiram o brilho musical da noite. A primeira foi recebida calorosamente pela platéia e ainda justificou seu nome: quando você achava que o show ia acabar, ele ressurgia das cinzas. Já o She Wants Revenge é certamente o mais divertido entre os que copiam o Joy Division. É rock triste para dançar, com um vocalista simpático (ele até parou para perguntar a um fã se ele era “aquele que estava falando comigo no MySpace”. Não era.).

A impressão que deu é que as pessoas já se acostumaram a ir ao Nokia mais pelo evento do que pelas atrações. O que não é de se espantar: tudo é bonito, é fácil chegar usando o transporte público, os shows rolam razoavelmente de forma pontual... Com uma escalação melhor, não teria para mais ninguém este ano. OK, exagero - o Planeta Terra foi o mais redondo, com atrações legais e estrutura decente.

[Vídeos feitos pelo Urbanaque]

sábado, 8 de dezembro de 2007

Lennon vive


Mais um ano se passa e mais uma vez chega o aniversário de uma das datas mais trágicas da história da música pop: o assassinato de John Lennon, em 8 de dezembro (atualização: não a data bizarra que estava aqui antes!) de 1980. A viúva Yoko Ono postou uma carta para o beatle no site oficial dela:

"Sinto sua falta, John. Vinte e sete anos depois, ainda queria poder voltar ao verão de 1980. Lembro-me de tudo - de dividirmos nosso café da manhã, de andarmos no parque em um belo dia e de ver a sua mão apertando a minha, garantindo que eu não deveria me preocupar com nada porque a vida era boa.

Eu não fazia idéia de que a vida estava prestes a me ensinar a lição mais dura de todas. Aprendi a dor intensa de perder um amado de repente, sem aviso, e sem ter tempo de dar um abraço final ou a chance de dizer "eu te amo" pela última vez. A dor e o choque da perda repentina está comigo a cada momento. Quando toquei o lado da cama que era de John na noite do dia 8 de dezembro de 1980, percebi que ainda estava quente. Aquele momento tem me assombrado pelos últimos 27 anos - e ficará comigo para sempre.

Mais duro ainda é ver o que foi tirado de nosso lindo menino, Sean. Ele vive em uma raiva silenciosa por não ter seu pai, que ele amava tanto, por perto para compartilhar sua vida com ele. Sei que não estamos sós. Nossa dor também é sentida por muitas outras famílias que foram vítimas de violência gratuita. Esse sofrimento tem de acabar.

Não vamos desperdiçar a vida daqueles que perdemos. Vamos, juntos, fazer o mundo um lugar cheio de amor e prazer, não um lugar de medo e raiva. Este dia da morte de John se tornou, cada vez mais, uma data para que as pessoas do mundo todo se lembrem da mensagem de paz e amor dele, para que cada um de nós possa batalhar pela cura deste planeta que amamos.

Vamos: mentalizar paz, agir paz e espalhar paz. John trabalhou nisso a vida dele inteira. Ele disse: "não há problemas, só soluções." Lembre-se: estamos todos juntos. Podemos fazer, precisamos fazer. Eu te amo!

Yoko Ono Lennon"


Sting e outros dois

Um aquecimento para quem vai ver o Police no Rio, hoje.

*"Invisible Sun", com participação do Bono, em 1986:


*A primeira vez em que "Message in a Bottle" foi tocada ao vivo:


*O Police tocando na TV britânica em 1978 (não, não é o Supla no vocal!):


*E a banda tocando já neste ano, no ensaio aberto de Los Angeles:

"Faltaram coisas para fazer na MTV?"


O comediante Ricky Gervais ajudou a apresentar este vídeo da MTV, que é uma seleção dos momentos mais estranhos que rolaram durantes as entrevistas de cinema do canal em 2007. Tem de risadinhas estranhas a uma babada fenomenal, de um papo estranho sobre penetração a uma bronca na mãe. Gervais alerta: "Eu não veria, eu mudaria de canal."

Madonna não curte um alcaçuz


A assessora de Madonna negou que o novo álbum da cantora vá se chamar Licorice e que vá sair em abril. Melhor assim, o nome não era muito bom.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Esquentando para o Nokia

Na preparação para o Nokia Trends, dois vídeos do She Wants Revenge no Lollapalooza do ano passado, em Chicago. O show foi durante o dia, o que deu um clima estranho para a apresentação, que foi legal.


E mais um pouco de dancinha estranha:


O Nokia Trends deste ano rola no Memorial da América Latina no sábado (8). Informações sobre entradas aqui. No ano passado foi, sem dúvida, o evento mais divertido do ano.

Sex and the trailer

Saiu o primeiro trailer do filme de Sex and the City, que estréia em maio de 2008 nos EUA:


Neste link tem as versões em alta definição.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Madonna curte alcaçuz


O novo álbum de Madonna vai se chamar Licorice. Como eu não fazia idéia do que é licorice (ou liquorice, a grafia varia), fui procurar e descobri que é alcaçuz. E isso tem alguma relação com a Kabbalah também.

Mas voltando à Madonna, o disco deve sair no fim de abril e a faixa "The Beat Goes On" (aquela que vazou, com "Candy Shop") deve ter participação de Kanye West (e produção do Pharrell). Aliás, se for ter todo mundo que a imprensa já citou, vai faltar espaço: Mika, Timbaland, Justin Timberlake, Felix Da Housecat, Akon... É tipo disco de hip-hop! Ou aqueles Duets, do Frank Sinatra.

Um dado curioso: a Wikipedia diz que uma das faixas se chama "Off the Hook". Será que a Madonna está fazendo cover do Cansei de Ser Sexy? Ou dos Rolling Stones?

A internet de 1967

Essa veio do Pop Candy, certamente um dos blogs de entretenimento mais divertidos do mundo. Em 1967 a Philco-Ford fez um vídeo chamado Year 1999 A.D., que tentava imaginar como seria a vida 32 anos depois. Se eles acertaram? Eu diria que sim:


Esse é só um trecho, que trata do que hoje - 40 anos depois - chamamos de "compras pela internet". Mas o melhor momento é: "Em um outro terminal, o marido poderá pagar pelas compras feitas pela esposa." O movimento feminista, segundo a Philco-Ford, não duraria muito tempo...

O Snopes - que é um site que você deve conhecer dos link aqui à esquerda - tem um artigo mais longo sobre o assunto.

Perez e as Spice Girls

Juro que é o último post sobre a turnê das Spice Girls. Ou não. De qualquer forma, eu não sou muito fã do Perez Hilton. Acho meio bobo. Mas ele fez uma resenha em vídeo do show das Spice Girls que é bem legal:

"Oi, é o Bush?"

Jenna, uma das filhas do presidente norte-americano George W. Bush, foi ao talk show de Ellen DeGeneres esta semana. Em certo momento, a apresentadora perguntou se era fácil, para a moça, conseguir falar com o pai dela a qualquer momento. Ela disse que sim, então Ellen sacou um telefone e fez a moça ligar para Bush. E foi assim:

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Independência de Gondry

Aqui está "Declare Independence", novo clipe da Björk, dirigido pelo Michel Gondry:

É meio Escher encontra "Another Brick in the Wall", né? E digo mais: sabe aquela parte da letra que diz: "Faça a sua própria moeda?". Bom, eu gostaria de comprar os discos e entradas de show da Björk com a minha própria moeda... Ela aceita?

E por falar no Gondry, o site do filme novo dele, Be Kind Rewind (nos cinemas norte-americanos dia 25 de janeiro), é bem legal. Dá para você se inserir em cartazes de filmes, além do ver o trailer e coisas mais normais. Só tome cuidado para não apagar a internet...

Haja cash! Este é o post 800 do With Lasers!

Depois de assistir ao vídeo da última performance ao vivo do Johnny Cash... (pausa para mostrar o vídeo)

... Fui parar em uma loja do Cash, supostamente oficial. E fiquei espantado com a quantidade (e variedade) de coisas que eles vendem lá. Olha só:

*Uma camiseta para o seu totó

É sua por: US$ 21,95

*Roupinha para o seu bebê já ir se acostumando com o futuro dele

É sua por: US$ 21,95

*E para a esposa não se sentir excluída

É sua por: US$ 27,95

*Gaita ainda com a babinha do Cash

É sua por: US$ 2.750

*Pintura feita pelo próprio Homem de Preto (não o Will Smith!)

É sua por: US$ 795

Como o Natal e o meu aniversário estão chegando, aceito este (olha só, o Cash tabém pagava em cheque, não só em cash!). Ou este. Talvez este. Com certeza este. Obrigado.