quinta-feira, 14 de junho de 2007

Run to the Hill


O show verdadeiro da Lauryn Hill não é o que vai rolar hoje à noite, no Tom Brasil. É o que já está rolando desde a chegada da ex-Fugees ao Brasil. A doidona é famosa por dar o cano em promotores de shows e por ser paranóica ao extremo – tanto que os músicos da banda dela não podem se dirigir à musa diretamente, tendo de passar por um representante "de confiança", escolhido por ela.

Isso quando a banda dura algum tempo, claro. Ela costuma demitir os músicos na mesma proporção que o Michael Moore devora Big Macs. O nível de loucura é tanto que a moça, já no Brasil, demitiu o baixista e pediu para que outro viesse dos EUA. Quando o cara chegou, ela decidiu que ia manter o anterior. Resultado: o show de hoje pode ver Lauryn acompanhada de dois baixistas. Não que os caras da banda sejam comportadinhos! Em Porto Alegre, dois deles foram detidos pela polícia local depois de encherem duas "moças da vida" de pancada. É difícil descobrir quais são, é ver quem está de olho-roxo.

Mas nenhum coitado sofreu mais que o motorista escalado para conduzir miss Hill no Brasil (rimou!). O cara teve de tirar o retrovisor (porque a estrela achava que ele estava olhando para ela o tempo todo) e depois dirigiu por cerca de duas horas – porque Lauryn Hill queria dormir com o carro em movimento.

Nenhum comentário: