sexta-feira, 4 de maio de 2007

Vai um sapinho batido aí?


Deu na Associated Press: "Carmen Gonzalez retira um dos 50 sapos do aquário de sua lanchonete, bate o animal contra telhas até matá-lo e então faz dois cortes na barriga; então retira a pele como se descascasse milho. Ela está preparando o suco de sapo, uma bebida reverenciada por algumas culturas andinas por 'possuir o poder de curar asma, bronquite, preguiça e fraco desempenho sexual'. Um copo do chamado 'Viagra peruano' custa 90 centavos de dólar."

Um comentário:

Angela disse...

écati.
esses andinos, não bastava aquela bebida de milho mastigado.