quinta-feira, 26 de abril de 2007

This year there will be no leftovers

Quando o Tarantino e o Rodrigues resolveram fazer a sua homenagem a filmes B, Grindhouse, eles já sabiam que não iam conseguir liberar aquilo para uma audiência muito jovem. Mas sua esperança era conseguir pelo menos que o filme saísse rated r, ou seja, liberado para menores de 17 anos acompanhados de adultos. Quando foram para a decisiva reunião com a MPAA, a associação que decide isso, saíram de lá quase satisfeitos: o filme poderia ser liberado com a classificação r - desde que eles reeditassem o mais trash dos trailers falsos que surgem durante o filme, de Thanksgiving, do Eli Roth, diretor d'O Albergue. Entre as várias cenas antológicas do trailer, há o momento em que uma garota está dando seu presente de Ação de Graças ao namorado no banco do carro. Ela está ocupada, olhando para baixo, e vai subindo lentamente a mão pelo peito dele, pelo ombro, pelo pescoço... e pelo lugar onde deveria estar a cabeça dele. Outro momento histórico e quase nada perturbador é quando uma cheerleader está fazendo um show particular a um jogador de futebol americano, simultaneamente pulando em um trampolim e fazendo um striptease. No exato momento em que, já topless e sem calcinha, ela resolve abrir um espacate, o assassino misterioso atravessa o trampolim com a lâmina da faca, fazendo uma das empalações mais bizarras da história.

O simpático trailer já está no YouTube e logo abaixo. Se essa foi a versão liberada, imagina como estava antes.

Nenhum comentário: